E3 Gerenciamento

gestão de incorporação

foco | estratégia | viabilidade

Viabilidade

Viabilidade

Elaboração de viabilidade econômico-financeira para estudo de novos empreendimentos de base imobiliária na construção civil.

Aprovação Legal

Aprovação Legal

Coordenação do processo de aprovação legal juntos as prefeituras municipais e órgão públicos.

Vistoria

Vistoria para entrega da obra

unidades privativas

Recebimento das unidades privativas executadas pela Construtora, fazendo um Check List de verificação da qualidade de execução. Caso a unidade for aprovada, ela sera liberada para vistoria do Cliente. O mesmo processo ocorre nas unidades em estoque, sendo que a Incorporadora irá recebe-las na posição de Cliente.

areas comuns e areas técnicas

Recebimento das áreas comuns e áreas técnicas, elaborando um Laudo Fotográfico com todas as pendências que deverão ser sanadas no período Pós Obra pela Construtora. Esse Laudo deverá ser entregue a Incorporadora e ao Síndico, caracterizando a entrega da Área Comum na Assembléia para Instituição do Condomínio.

Assistência

Gerenciamento de assistência técnica

gestão do prazo

  1. Acompanhar o atendimento dos prazos estabelecidos nos chamados provindos do SAC Incorporador;
  2. Realizar junto a equipe de Manutenção reuniões periódicas para análise do desempenho dos serviços e para definição das ações necessárias para recuperação de eventuais atrasos;
  3. Emitir semanalmente relatório de andamento das vistorias, e mensalmente relatório consolidado dos atendimentos efetuados.

gestão do custo

  1. Analisar os custos dos serviços realizados nessa fase da obra e sua adequação a verba prevista em Contrato de Construção para a Manutenção Tecnica;
  2. Acompanhar e solicitar mensalmente junto à Incorporadora os aportes necessários para cobrir os custos decorrentes do pos-obra, conforme consta no Contrato de Construção, devidamente justificados e aprovando a reprogramação do saldo a receber.

gestão da qualidade

  1. Solicitar à construtora os alvarás e licenças (como pasta do sindico, Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, manuais do proprietário, certificados de aprovação dos órgãos públicos ou concessionárias de serviços) necessárias para a execução dos serviços propostos;
  2. Acompanhar e analisar as vistorias técnicas, gerando o Laudo de Vistoria Técnica que deverá elucidar o problema aferido e orientar as próximas atividades com seus respectivos responsáveis;
  3. Obter junto a Construtora a formalização do Aceite por parte do Proprietário (ou representante) dos serviços efetuados em sua unidade.
  4. Fluxograma
Estoque

gestão das unidades em estoque

Com o propósito de organizar todas as informações necessárias de cada empreendimento, a E3 Gerenciamento oferece o Gerenciamento das unidades em estoque, que inclui:

  1. Realizar vistorias periódicas para análise das condições que se encontram as unidades em estoque e definir ações necessárias para sanar eventuais problemas.

  2. Nesse caso, serão realizadas vistorias regulares nas unidades em estoque (referentes ao mês corrente) para verificação das condições de limpeza e quaisquer problemas relacionados a manutenção (entupimentos, torneiras sem água, trincas, infiltrações, etc). No caso da limpeza, será mantido cronograma regular de ações por equipe especializada a fim de manter essas unidades sempre em condições de limpeza favoráveis. Em se tratando de problemas de manutenção, caso esse for identificado, será acionado o serviço de atendimento ao consumidor da Incorporadora (SAC) para abrir um chamado. Na sequencia, será recebida a equipe da Construtora responsável pela manutenção para que essa proceda aos serviços necessários. Ao final, será verificado o serviço em questão e finalizado o chamado junto a Incorporadora.

  3. Representar o Incorporador nas Assembleias de Condomínio

  4. O preposto da E3 deverá participar das reuniões da Assembleia Geral de Condomínio, representando a Incorporadora por meio das unidades em estoque. Nessas reuniões ocorrem decisões importantes (inclusive citando a Incorporadora / Construtora em muitos assuntos) e torna-se conveniente ter um representante da Incorporadora – com força de voto – nessas reuniões. Ao final de cada reunião será enviado ao Incorporador relatório dos tópicos que o diz respeito.

  5. Efetuar o pagamento das contas referentes a essas unidades

  6. Discriminação das contas mensais referentes as unidades em estoque (condomínio, etc.) para posterior pagamento pela Incorporadora.

  7. Emitir mensalmente relatório consolidado dos serviços efetuados, bem como seus respectivos custos

  8. Será emitido relatório mensal contendo o numero de unidades em estoque do mês e suas respectivas ocorrências de manutenção. Também serão listadas as unidades que não estão mais sob nosso controle (que foram vendidas) e as unidades que entraram no nosso controle (distratos). Para tanto, será solicitado regularmente ao Departamento Comercial da Incorporadora esse espelho de venda dos empreendimentos a serem gerenciados.